Acervo Privalia

Tecnologias da moda esportiva!

de Privalia (29 agosto 2012)

A cada dia que passa, a ciência e a tecnologia trabalham a nosso favor afim de facilitar e aperfeiçoar nossa vida. No mundo dos “tecidos” tecnológicos, seja para as áreas esportivas ou não, temos uma novidade atrás da outra e hoje vamos contar um pouquinho sobre algumas delas!

A Speedo lançou um tecido chamado FastSkin, que “imita” a pele dos tubarões, tem como vantagem comprimir o corpo do atleta e, dessa forma, diminuir as vibrações dos músculos e reduzir a perda de energia. Já a Track-&-Field lançou o Thermodry, que é feito de fibras sintéticas e auxilia o atleta permitindo que sua transpiração passe rapidamente para fora do tecido, mantendo o corpo seco, além de prevenir odores, manchas e desbotamentos.

 

Os principais atributos dos tecidos tecnológicos para os esportes segundo o WRun são:

*Isolante térmico: Permite que a troca de calor entre o corpo e o meio ambiente seja a menor possível. Quanto menos calor for perdido, mais energia será canalizada para o movimento realizado, com isso, haverá ganhos de performance.
*Respirabilidade: quando o tecido possui alta capacidade de absorver água, como é o caso do algodão, as roupas podem ficar extremamente molhadas durante a atividade física. A peça chamada de respirável permite que o suor se transporte para a superfície do tecido, sendo rapidamente evaporado.
*Função bacteriostática: evita a proliferação de fungos e bactérias no material, assim como o aparecimento de possíveis doenças de pele. Mas não confunda essa capacidade com a função bactericida, na qual todas as bactérias são mortas, inclusive aquelas que normalmente deveriam fazer parte do corpo.
*Compressão: ajuda a minimizar a vibração do músculo e, assim, evita a liberação indesejada de energia. Isso porque os músculos vibram durante a realização de uma atividade física desencadeando perda de energia. É possível prevenir distensões, cãibras ou reduzir as dores do pós-treino.
*Aumento da microcirculação sanguínea: os tecidos com essa função possuem minerais que, ao entrarem em contato com o calor do corpo, liberam raios infravermelhos longos que melhoram a circulação sanguínea. Em termos práticos, isso significa que o ácido lático liberado durante o exercício se dispersa mais facilmente, postergando a fadiga muscular e reduzindo a celulite.
*Proteção UV: proteger-se do sol é extremamente importante em esportes outdoor, como a corrida de rua. Daí, a importância de adotar roupas com proteção UV, que possuem fios constituídos de materiais capazes de bloquear os raios solares UVA e UVB. Tal característica só é eficiente quando a construção do tecido é feita em tramas fechadas.
*Leveza: as peças mais leves geralmente são constituídas de poliamida, mas outros fios também podem garantir essa característica. Durante a produção, é possível calibrar as máquinas para criar tecidos em diferentes espessuras.

Mas a tecnologia não para por aí não, existem algumas ousadias bem interessantes!

A camiseta T-Equaliser exibe a equalização de freqüencias de acordo com o ritmo da música ambiente!

E uma camiseta com Wi-Fi detector? Ela é capaz de detectar pontos de acesso wi-fi em alguns padrões e acende as luzes exibindo o nível do sinal, louco não?

Tem mais!

Uma jaqueta chamada batizada de “Solar Sev” capta a luz solar e transforma em energia para quem quiser carregar a bateria de aparelhos celulares, acreditam? A Estilista Amanda Parkes também pensou na recarga de energias e criou um vestido que acumula a anergia das mulheres enquanto dançam (aí carrega o celular com essa energia depois!). Tem as luvas militares desenvolvidas para soldados no Iraque: elas tem botões na ponta dos dedos que enviam comunicação à base caso o soldado seja “obrigado” a largar a arma. E ainda, uma jaqueta (Aza Extremes) que vem com alto-falantes que geram sons estereofônicos para quem gosta de andar e ouvir música ao ar livre, ao mesmo tempo… e alguns que interagem com a luz e o som (vem ver!)

Quais dessas tecnologias vocês precisam no dia-a-dia?

Fonte: TecMundo, Senado

Compartilhe!

Sobre o autor
Privalia

Privalia

Deixe seu comentário