Acervo Privalia

Inspire-se: o look bailarina

de Privalia (8 fevereiro 2011)

Desde que as primeiras fotos do longa Cisne Negro (Black Swan) caíram na rede, os fashionistas começaram a prestar atenção novamente no figurino das bailarinas. No filme, as peças usadas foram assinadas pela dupla de estilistas da Rodarte, uma das grifes emergentes do cenário americano, mais elogiadas dos últimos anos. Apesar de todo sucesso dos looks, o figurino não foi indicado ao OSCAR 2011.

Cenas do filme Cisne Negro que já está nos cinemas brasileiros. (Imagens: Reprodução)

A Academia pode até ter ignorado o fenômeno, mas não os criadores. Na temporada de inverno 2011 do Fashion Rio, duas marcas importantes do calendário buscaram inspiração na leveza e feminilidade do balé. Na Maria Bonita Extra, Ana Magalhães tirou o foco do palco e levou para o backstage. São dos bastidores da dança que vêm as mil sobreposições, a beleza imperfeita (coque bagunçado e pele com aspecto de suada), os tecidos leves (e muitas vezes transparentes), as polainas e as sapatilhas, que devem ser hits nas lojas da etiqueta carioca a partir de março.

Maria Bonita Extra e New Order: inspiração no inverno carioca. (Imagens: Reprodução)

Já a New Order misturou dois temas que a principio não conversam: balé e militarismo. Na marca de acessórios do grupo Osklen, as sapatilhas de cetim ganham canos mais altos, formando uma botinha que é uma graça. Pena, que os looks de tule não serão comercializados – já que a coleção prêt-à-porter é apenas para o desfile (aqui, as roupas são os complementos).

Lá fora grifes como Chanel e Chloé (acima) já estavam de olho na tendência em suas coleções de verão 2011. Vale à pena investir. Fica a dica!

Compartilhe!

Sobre o autor
Privalia

Privalia

Deixe seu comentário

Os comentários estão desativados.