Acervo

Cabelo Afro 100% Natural. Como manter?

de Privalia (1 setembro 2015)

Nós vimos um post muito legal no blog Debora Ninja e, por isso, decidimos compartilhar por aqui. O blog fala sobre cultura afro, em geral, e tem uma entrevista com a Marta Santana, de 26 anos, que conta porque voltou a usar seu cabelo natural. Olha só:

Por quê você tomou a decisão de voltar a ser 100% natural?

É uma longa história, então vou  resumir.

Na minha infância, minha mãe sempre fazia tranças ou puff no meu cabelo. Nunca tive muita paciência em arrumar, pois era muito difícil. Então, aos 16 anos resolvi colocar canecalon. Graças a Deus, sempre tive boas cabeleireiras que indicavam cabelos muito bons e com aparência bem natural. Fiquei nessa por 3 anos até que decidi não colocar mais apliques. Aí, eu parti para a química, fiz relaxamento a base de sódio e, depois de alguns meses, fiz progressiva. Nos primeiros quatro meses o resultado estava perfeito, não deixou liso, ficou fácil de arrumar a manteve os pequenos cachos que existia. Fiquei dois anos somente à base de relaxamento e progressiva. Mas os fios começaram um processo de ressecamento e ficaram quebradiços. Foi quando decidi colocar novamente um aplique, pois não tive coragem de passar pela transição ao natural. Coloquei um aplique cacheado lindo que usei por dois anos, sempre fazendo manutenção, com hidratações e cremes pra crescer forte e saudável. Logo, em outubro de 2014, o meu cabelo já estava grande e não compensava mais usar o aplique, pela mão de obra e porque ficaria muito mais caro. Tirei o aplique e fiquei apenas com o meu próprio cabelo. No começo, me senti meio perdida sobre como arrumar pra ficar legal, mas fui me adaptando. Por motivos de saúde, passei por uma cirurgia em dezembro do mesmo ano e, devido os efeitos da anestesia geral e uso continuo de antibióticos por 30 dias, tive uma nova queda de cabelo. Então, fiquei por quatro meses tomando coragem pra cortar porque sabia que não poderia usar o aplique, os fios estavam fracos demais para suportar. Então eu alternava entre turbantes e penteados mais básicos. Hoje estou 100% natural, ainda fazendo acompanhamento médico e seguindo as orientações devidas. Minha mãe sempre me apoiou e minha amiga Nick também dá dicas através de fotos e histórias de pessoas que também passaram pela transição. O apoio é necessário, apesar de parecer uma coisa simples! Muita gente fala “Relaxa que o cabelo cresce novamente!”, mas só passando pela situação pra ter noção. Eu não me arrependo de ter cortado, pois ver os fios caírem diariamente era bem mais difícil. Hoje, meu mini black vem crescendo saudável e a cada dia se fortalecendo!

cabelo afro, cabelo natural, afro, cabelo, negra, cabelos crespos

Como você descreve a textura do seu cabelo?

Meu cabelo é um 4C. Até chega a ser um 3C na parte de trás, mas frente, laterais e meio, é 4C mesmo!

Descreva seu regime ao longo do mês, por favor.

Atualmente, faço hidratações caseiras: de amido de milho, de maionese com azeite, de ovo. Utilizo a manhã do meu sábado para dedicação total ao cabelo. Já na semana, a rotina é mais tranquila, uso somente cremes manipulados e receitados pela médica. Junto a isto tomo uma vitamina, também de manipulação, pra fortalecer e estimular o crescimento.

Descreva seu penteado favorito para os dias em que você não tem muito tempo.

No momento não faço nenhum penteado. Como ele está curto, deixo ele sempre soltinho, até prefiro. 

Como você combate a queda de cabelo?

A hidratação é necessária, mas junto a isto procuro enriquecer minha dieta com alimentos que possuem ferro, como brócolis, couve, rucúla… Ajudam bastante!

Quais são as características do seu cabelo que exigem mais cuidados e atenção? 

O meio é mais ressecado, então dou mais atenção para esta situação.

Quais são as duas melhores coisas para o seu tipo de cabelo?

Azeite e Bepantol Líquido, além das hidratações com maionese, que meu cabelo ama muitooo.

Quais são as duas piores coisas para o seu tipo de cabelo?

Secador nem em sonho e azeite barato também não dá. Frio também não é legal!

 

E aí, gente, gostaram? A gente gostou demais deste assunto e, com certeza, vamos publicar mais. Fiquem de olho! :)

Compartilhe!

Sobre o autor
Privalia

Privalia

Deixe seu comentário